Apresentamos no mural de hoje série de trabalhos gentilmente cedida ao Fotoverbe-se! pelo artista Márcio Pannunzio. Trata-se de um breve conto acompanhado de fotografias, ambos de sua autoria! Um momento de atenção à cidade – e ao outro. A arte encurtando distâncias no esforço de resistência que é diminuir abismos urbanos.

Desfrutem 🙂

ponto a ponto

Um ônibus corta a noite entre Caraguá e São Sebastião. Pela janela, vou vendo os pontos de parada se sucedendo e, câmera na mão, vou registrando um a um. Em todas as paradas as pessoas estão presentes, mesmo naquelas que mostram lugares vazios, com a pintura descascada, sujos, pichados. A presença humana é que confere sentido a todos esses espaços, pontos de parada. É uma presença triste; na maior parte das vezes, solitária. Aguarda sonâmbula a chegada do ônibus que a levará de volta à casa. Vai entrar em outro espaço, cheio de luzes, ofuscando a vista; vai se sentar ao lado de outra pessoa ou, se o ônibus estiver cheio, ficar em pé, se encostando em outras pessoas.
Mas, apesar de todos juntos, seguirão todos separados, imersos numa alienação que não percebe, não reconhece o outro. Ninguém diz boa noite ou como vai, ninguém diz nada.
Apesar de haver mais luz, é o clima lúgubre do ponto onde se espera que prevalece. Clima de sonho, beirando o pesadelo. É disso que essas fotos falam.

ponto a ponto 21

ponto a ponto 20

ponto a ponto 19

ponto a ponto 18

ponto a ponto 17

ponto a ponto 16

ponto a ponto 15

ponto a ponto 14

ponto a ponto 13

ponto a ponto 12

ponto a ponto 10

ponto a ponto 9

ponto a ponto 8

ponto a ponto 7

ponto a ponto 6

ponto a ponto 5

ponto a ponto 3

ponto a ponto 2

ponto a ponto 1

 *Márcio Pannunzio nasceu em 1958, no estado de São Paulo. Seus trabalhos são realizados a partir de variadas técnicas e recursos. Mais em: Márcio Pannunzio Arte e Márcio Pannunzio Fotografia

 

Comentários no Facebook

comentários

Sobre o Autor Andressa Barichello

Acredita na possibilidade infinita da palavra, sempre [des]construtora. É autora de "Crônicas do Cotidiano e Outras Mais" (Scortecci Editora, 2014). Além de escrever, é também mestre em Direito e Literatura pela Universidade de Lisboa.

comentários no fotoverbe-se (0)

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode utilizar estas tags HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>