Você acredita em mudança de fora para dentro? Estamos acostumados à ideia de que as mudanças sensíveis acontecem apenas de dentro para fora. Mas se tudo é relativo, já pensou que às vezes pode acontecer o contrário? Aliás, você teme os contrários? Um guarda-roupa às vezes é questão de tese, antítese e síntese. Mas deixemos a filosofia de lado porque é de tornar o vestir uma coisa prática – a despeito de todo o conteúdo que as indumentarias humanas carregam – que se trata a deixa proporcionada por uma experiência com o trabalho de uma consultora de imagem.

tn_IMG_0538

A primeira formação de Clara Bruning é em enfermagem. Em comum entre a experiência na área da saúde e a profissão de consultora de imagem está o que há de fundamental na sua vocação: promover uma relação próxima e de cuidado com as pessoas. Guiada pelo desejo de facilitar o alcance de bem-estar por meio de seu trabalho, Clara apostou realizar de novos modos a já conhecida equação corpo e sujeito.

tn_IMG_0487-2

A busca por uma formação integral em consultoria de imagem aconteceu a partir de uma experiência pessoal transformadora. Colocando em questão a figura diante do espelho e tendo dado a si mesma a chance de passar pela descoberta de seu estilo pessoal, de seus gostos e pelo desenvolvimento de uma maior consciência corporal, Clara percebeu que desejava propiciar a outras mulheres a oportunidade de se sentirem mais à vontade e confiantes a respeito de sua relação com a imagem, sendo essa tal de imagem uma palavra tão usada em nossos tempos e que na nossa vida se apresenta vestida de tantos significados.

tn_IMG_0514-2

tn_IMG_0525-2

Por falar em significado, o que significa a consultoria de imagem? A consultoria de imagem é a realização de um trabalho multidisciplinar indicado a mulheres que desejam dedicar um olhar a si mesmas e ao que de si mesmas desejam transmitir aos outros.

O significado de imagem aqui mais se refere ao modo de se enxergar do que ao conceito de aparência pois a aparência tem a ver com vestir-se para os outros e um olhar direcionado a si tem a ver com a construção de uma imagem que corresponda a um vestir sintonizado ao modo como a própria mulher se vê. Mexer com o próprio guarda-roupa pode ser uma experiência muito significativa. A relação que se tem com a própria imagem pode tratar de descobertas relativas ao próprio feminino e da possibilidade de apropriação de suas questões, tomando-as como recurso de expressão. O gesto de voltar a atenção para a própria imagem pode, à primeira vista, soar a um cultivo de vaidades e a uma inclinação ao consumo. Porém, ao conversar com Clara é possível compreender que a consultoria de imagem se trata justamente de investir na aceitação das próprias características físicas e emocionais e no aprendizado de um consumo consciente na tarefa de vestir.

tn_IMG_0616-2

tn_IMG_0594

Tanto é assim que após todo o processo de consultoria a mulher se torna exigente: só comprará as peças de que realmente necessita e que lhe caiam bem; as peças que façam sentido. Além disso, a ideia é que cada peça de roupa mantida dentro do armário seja coerente com outras. A partir da montagem de diversas combinações, os chamados looks, multiplicam-se as possibilidades de uso de cada item – o que também reduz a necessidade de aquisição de mais roupas.

tn_IMG_0608

tn_IMG_0596-2

tn_IMG_0489

Investindo em roupas duráveis e fugindo de promoções, deixa de haver a compra realizada pela ansiedade e pelo simples desejo de consumo, porque a partir do aprendizado vivido na consultoria de imagem passa a haver clareza quanto ao que verdadeiramente agrada e corresponde à personalidade da mulher e a fase de vida do momento. O rompimento desse ciclo permite que a mulher se depare até mesmo com as razões que de fato a levavam a se sentir insegura com suas roupas ou a comprar em excesso, o que inicia um círculo virtuoso. Por falar em círculos, relembro a paleta de cores que Clara prepara para suas clientes, um pequeno catálogo, dentre tantos materiais de recurso para olhar – e para olhar-se. No trabalho com a imagem a singularidade das cores e formas dos corpos, dos cabelos e do ser de cada mulher são valorizadas.

tn_IMG_0586-2

Na vida de Clara a nova fase trouxe mudanças profundas na alimentação como consequência na atenção consigo mesma. Na vida de algumas clientes com as quais já realizou a consultoria, as aprendizagens também reverberaram: os relatos daquelas que saíram de um relacionamento insatisfatório, encontraram um novo trabalho e a partir da descoberta do que funciona em seu vestir tiveram uma espécie de nova chave para descobrir o que funciona para si em tantas outras áreas da vida e buscar ajuda e parcerias para concretizar experiências e relações que realmente façam sentido.

tn_IMG_0573

tn_IMG_0544

Ninguém sai impune de um movimento de reorganização, seja por onde for o começo dessa experiência de encontro. É este o convite que Clara, na busca pelo servir, procura fazer com jeitinho quando junto às suas clientes diante de um provador avisa: estou aqui e brinca à sério com a metáfora do ver o que serve e o que não serve . Afinal, o gesto de apontar o que serve e não serve é tão essencial na busca pela aceitação e pela felicidade, essas necessidades humanas tão atemporais quanto certas peças [de roupa] que valem a pena cultivar.

tn_IMG_0593-2

Meu nome é Clara Bruning, vivo em Curitiba com meu marido e meus “filhos”: Mirella, Joca e Barack, 3 lindos felinos. Sempre quis ajudar pessoas e por isso minha formação foi na área da Saúde. Me tornei enfermeira com pós em enfermagem do trabalho e atuei na área por 12 anos em hospitais e empresas de grande porte. A grande mudança começou quando senti-me insatisfeita com a aparência pois não sabia o que vestir adequadamente. Foi quando procurei  ajuda de uma profissional o que desencadeou um processo de muitas descobertas externas e principalmente internas. Aprender a me conhecer, comprar roupa adequada que valorizassem, foram processos que me trouxeram resultados maravilhosos e transformadores. Busquei na área da Moda cursos que me levaram a uma grande mudança. Decidi então atuar como consultora de imagem e ajudar outras mulheres que, como eu, tiveram essa necessidade de melhorar a auto estima, saber se vestir e conhecer seu corpo. Mudei de profissão mas o foco continuou sendo auxiliar mulheres. Isso mudou minha vida e quando atendo minhas clientes nem parece que estou trabalhando. Amo o que faço.  Toda mulher tem o seu poder, basta se conhecer e se expressar através da imagem pessoal, foi o que aconteceu comigo.



Foto: Paulo Andrade
Verbo: Andressa Barichello
Fotoverbada: Clara Bruning
Mais em: Clara Bruning


Comentários no Facebook

comentários

Sobre o Autor Andressa Barichello

Acredita na possibilidade infinita da palavra, sempre [des]construtora. É autora de "Crônicas do Cotidiano e Outras Mais" (Scortecci Editora, 2014). Além de escrever, é também mestre em Direito e Literatura pela Universidade de Lisboa.

comentários no fotoverbe-se (0)

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você pode utilizar estas tags HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>